sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Depressão é uma doença

E deve ser tratada como tal…

DEPRESSÃO

Sinônimos e nomes relacionados:

Transtorno depressivo, depressão maior, depressão unipolar, incluindo ainda tipos diferenciados de depressão, como depressão grave, depressão psicótica, depressão atípica, depressão endógena, melancolia, depressão sazonal.

O que é a depressão?

Depressão é uma doença que se caracteriza por afetar o estado de humor da pessoa, deixando-a com um predomínio anormal de tristeza. Todas as pessoas, homens e mulheres, de qualquer faixa etária, podem ser atingidas, porém mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens. Em crianças e idosos a doença tem características particulares, sendo a sua ocorrência em ambos os grupos também freqüente.

Como se desenvolve a depressão?

Na depressão como doença (transtorno depressivo), nem sempre é possível haver clareza sobre quais acontecimentos da vida levaram a pessoa a ficar deprimida, diferentemente das reações depressivas normais e das reações de ajustamento depressivo, nas quais é possível localizar o evento desencadeador.

As causas de depressão são múltiplas, de maneira que somadas podem iniciar a doença. Deve-se a questões constitucionais da pessoa, com fatores genéticos e neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais) somados a fatores ambientais, sociais e psicológicos, como:


Estresse


Estilo de vida


Acontecimentos vitais, tais como crises e separações conjugais, morte na família, climatério, crise da meia-idade, entre outros.

Como se diagnostica a depressão?

Na depressão a intensidade do sofrimento é intensa, durando a maior parte do dia por pelo menos duas semanas, nem sempre sendo possível saber porque a pessoa está assim. O mais importante é saber como a pessoa sente-se, como ela continua organizando a sua vida (trabalho, cuidados domésticos, cuidados pessoais com higiene, alimentação, vestuário) e como ela está se relacionando com outras pessoas, a fim de se diagnosticar a doença e se iniciar um tratamento médico eficaz.

O que sente a pessoa deprimida?

Freqüentemente o indivíduo deprimido sente-se triste e desesperançado, desanimado, abatido ou " na fossa ", com " baixo-astral ". Muitas pessoas com depressão, contudo, negam a existência de tais sentimentos, que podem aparecer de outras maneiras, como por um sentimento de raiva persistente, ataques de ira ou tentativas constantes de culpar os outros, ou mesmo ainda com inúmeras dores pelo corpo, sem outras causas médicas que as justifiquem. Pode ocorrer também uma perda de interesse por atividades que antes eram capazes de dar prazer à pessoa, como atividades recreativas, passatempos, encontros sociais e prática de esportes. Tais eventos deixam de ser agradáveis. Geralmente o sono e a alimentação estão também alterados, podendo haver diminuição do apetite, ou mesmo o oposto, seu aumento, havendo perda ou ganho de peso. Em relação ao sono pode ocorrer insônia, com a pessoa tendo dificuldade para começar a dormir, ou acordando no meio da noite ou mesmo mais cedo que o seu habitual, não conseguindo voltar a dormir. São comuns ainda a sensação de diminuição de energia, cansaço e fadiga, injustificáveis por algum outro problema físico.

Como é o pensamento da pessoa deprimida?

Pensamentos que freqüentemente ocorrem com as pessoas deprimidas são os de se sentirem sem valor, culpando-se em demasia, sentindo-se fracassadas até por acontecimentos do passado. Muitas vezes questões comuns do dia-a-dia deixam os indivíduos com tais pensamentos. Muitas pessoas podem ter ainda dificuldade em pensar, sentindo-se com falhas para concentrar-se ou para tomar decisões antes corriqueiras, sentindo-se incapazes de tomá-las ou exagerando os efeitos "catastróficos" de suas possíveis decisões erradas.

Pensamentos de morte ou tentativas de suicídio

Freqüentemente a pessoa pode pensar muito em morte, em outras pessoas que já morreram, ou na sua própria morte. Muitas vezes há um desejo suicida, às vezes com tentativas de se matar, achando ser esta a " única saída " ou para " se livrar " do sofrimento, sentimentos estes provocados pela própria depressão, que fazem a pessoa culpar-se, sentir-se inútil ou um peso para os outros. Esse aspecto faz com que a depressão seja uma das principais causas de suicídio, principalmente em pessoas deprimidas que vivem solitariamente. É bom lembrar que a própria tendência a isolar-se é uma conseqüência da depressão, a qual gera um ciclo vicioso depressivo que resulta na perda da esperança em melhorar naquelas pessoas que não iniciam um tratamento médico adequado.

Sentimentos que afetam a vida diária e os relacionamentos pessoais

Freqüentemente a depressão pode afetar o dia-a-dia da pessoa. Muitas vezes é difícil iniciar o dia, pelo desânimo e pela tristeza ao acordar. Assim, cuidar das tarefas habituais pode tornar-se um peso: trabalhar, dedicar-se a uma outra pessoa, cuidar de filhos, entre outros afazeres podem tornar-se apenas obrigações penosas, ou mesmo impraticáveis, dependendo da gravidade dos sintomas. Dessa forma, o relacionamento com outras pessoas pode tornar-se prejudicado: dificuldades conjugais podem acentuar-se, inclusive com a diminuição do desejo sexual; desinteresse por amizades e por convívio social podem fazer o indivíduo tender a se isolar, até mesmo dificultando a busca de ajuda médica.

Como se trata a depressão?

A depressão é uma doença reversível, ou seja, há cura completa se tratada adequadamente. O tratamento médico sempre se faz necessário, sendo o tipo de tratamento relacionado ao perfil de cada paciente. Pode haver depressões leves, com poucos aspectos dos problemas mostrados anteriormente e com pouco prejuízo sobre as atividades da vida diária. Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental, mas o tratamento pode ser apenas psicoterápico.

Pode haver também casos de depressões bem mais graves, com maior prejuízo sobre o dia-a-dia do indivíduo, podendo ocorrer também sintomas psicóticos (como delírios e alucinações) e ideação ou tentativas de suicídio. Nessa situação, o tratamento medicamentoso se faz obrigatório, além do acompanhamento psicoterápico.

Os medicamentos utilizados são os antidepressivos, medicações que não causam “dependência”, são bem toleradas e seguras se prescritas e acompanhadas pelo médico. Em alguns casos faz-se necessário associar outras medicações, que podem variar de acordo com os sintomas apresentados (ansiolíticos, antipsicóticos).

Dez perguntas sobre gelatina

Ela é uma unanimidade — merecida, aliás — entre os que vivem de dieta. Pudera! Poucas sobremesas são tão pobres em calorias. Mas o que tem de diz-que-diz-que em torno de suas propaladas qualidades é uma loucura. A delícia geladinha seria tiro e queda contra unhas fracas, queda de cabelo e flacidez. Resta saber se faz jus mesmo a essa fama toda


1. É verdade que a gelatina enrijece o corpo?
Wanda Monteiro Lopes, por e-mail
“Sim, porque contém nove dos dez aminoácidos essenciais ao corpo”, responde a nutróloga Tamara Mazaracki, do Rio de Janeiro. Os aminoácidos são importantes nesse caso porque favorecem a síntese do colágeno, substância que ajuda a sustentar os tecidos. A especialista em medicina estética Isabella Rostock, da Clínica Viteé, no Rio de Janeiro, concorda: “A gelatina pode até ajudar na formação da massa magra, o que deixa o corpo mais firme, mas isso desde que você pratique atividade física”, ressalva.


2. Consumir gelatina com regularidade ajuda a prolongar a juventude?
Eunice Pinto Duarte, Belo Horizonte, MG
“Ela é boa para a saúde”, resume o engenheiro de alimentos Valdemiro Sgarbieri, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior paulista. Isso não quer dizer que prolongue a juventude. “Seus aminoácidos são úteis na manutenção dos ossos, das cartilagens, dos tendões e da pele. Mas de nada adianta consumir grande quantidade de gelatina sem adotar outros hábitos saudáveis”, avisa Isabella Rostock.


3. Quais as diferenças entre gelatina em folha e em pó?
Sonia Regina Olhiara Anselmo, São Paulo, SP
No que se refere a valores nutricionais, são praticamente iguais, pois ambas têm a mesma matéria-prima: colágeno hidrolisado. A forma de preparo é que pode representar alguma diferença, mas apenas no aspecto culinário. “A versão em folhas facilita a dosagem graças ao desenho quadriculado na superfície”, opina Celia Ito, nutricionista da Dr. Otker. “Isso é importante porque pequenas variações na quantidade já podem comprometer o sucesso de certas receitas.”

4. Posso substituir a gelatina comum por gelatina em cápsulas?

Iracy Gomes, São Paulo, SP
Poder, pode. Ambas oferecem os mesmos benefícios. Porém, considerando que a dose mínima para obtê-los é de 10 gramas de gelatina por dia, você precisaria ingerir 20 cápsulas, já que cada uma delas contém só 500 miligramas. “Se preferir o suplemento, a forma em pó leva vantagem. Nesse caso, basta ingerir 1 colher de sobremesa”, indica Tamara Mazaracki. “Sem contar que a ação da gelatina em pó é mais rápida”, completa Valdemiro Sgarbieri. Já aquela gelatina colorida e com sabor de infância não é tão eficiente para a formação do colágeno.

5. Ouvi dizer que gelatina faz bem à pele do rosto. É verdade?

Anderson Mascarenhas Santos, Santo Antônio de Jesus, BA
Sim. “Como a gelatina é uma das maiores fontes de aminoácidos que estimulam a formação do colágeno, auxilia na nutrição dos tecidos”, confirma Tamara Mazaracki. “Por isso, ajuda mesmo a manter a elasticidade da pele”. Nunca é demais lembrar, porém, que você deve encarar esse alimento como um dos itens de uma alimentação equilibrada.

6. Quais as quantidades de carboidratos, proteínas e gorduras presentes na gelatina comum e na diet?

Flávio Sérgio Jorge de Freitas, São Paulo, SP
Segundo a nutricionista Monica Bieler, do Espaço Stella Torreão, no Rio de Janeiro, nenhuma das duas tem gordura na sua composição. Quanto aos demais nutrientes, dê uma olhada na tabela comparativa abaixo — calorias incluídas —, considerando 100 gramas do produto pronto.


7. É verdade que a gelatina fortalece as unhas e acaba com a queda de cabelo?
Yvone da Penha Galhardi, São Roque, SP
“O consumo regular ajuda a aumentar a espessura das unhas e do cabelo, o que os torna mais fortes. Além disso, acelera o crescimento”, diz Valdemiro Sgarbieri. Tamara Mazaracki concorda: “O colágeno forma a matriz onde os minerais se fixam para deixar as unhas fortes e os fios brilhantes e resistentes”. Já Isabella Rostock tem uma opinião diferente: “A gelatina não tem tanto poder. Ela pode até ajudar a reverter a fragilidade dessas estruturas em caso de carência alimentar. Mas, se você estiver com queda de cabelo ou unhas fracas, procure um médico.”

8. Comer gelatina antes das refeições diminui o apetite? Por quê?

Tania Muraoka, São Paulo, SP
Sem dúvida, de acordo com os especialistas consultados. A gelatina tem a capacidade de se ligar a uma grande quantidade de água. Por isso, dá a sensação de saciedade e diminui os riscos de exagerar à mesa. “Pelo mesmo motivo — e também por ser pouco calórica — é tão usada como ingrediente de musses, sopas, sucos e sorvetes”, lembra Tamara Mazaracki.


9. Suplementos à base de gelatina podem ajudar na prevenção da celulite e da flacidez?
Marcelo Machado Alvarez, Niterói, RJ
“Contra a flacidez, eles podem ser um fator a mais para a prevenção, mas, isoladamente, não têm efeito”, avalia Isabella Rostock. “Hábitos saudáveis ainda são mais importantes para nutrir, oxigenar e manter firmes os tecidos”. Já para combater a celulite, são completamente inócuos. “Não há comprovação científica sobre a ação da gelatina contra as depressões na pele”, afirma Valdemiro Sgarbieri. “A celulite é um processo multifatorial e a gelatina não tem o poder de amenizá-la”, concorda Tamara Mazaracki.


10. Qual é a matéria-prima da gelatina e quais os principais benefícios para a saúde?
Maria Crisóstomo de Arruda Rodrigues, Brasília, DF
“A gelatina é extraída da pele, das cartilagens e dos ossos bovinos — ricos em colágeno, a principal proteína estrutural dos tecidos e dos ossos”, conta Celia Ito, nutricionista da Dr. Oetker. “A conversão do colágeno (proteína insolúvel) em gelatina (proteína solúvel) é resultado de um procedimento físico e químico.” O produto final desse processo é a gelatina, que, como vimos, preserva articulações, cartilagens, ligamentos e ossos, além de reconstituir e fortalecer o cabelo, as unhas e outros tecidos do corpo.

Gelatina e seus benefícios, então aproveite

Quando você pensa em sobremesas que cabem na dieta, ela logo aparece como uma das primeiras opções. Mas, de tanto comer, muitas gente mal pode ouvir falar em gelatina. “Este doce, realmente, oferece uma série de vantagens para a sua saúde: pele e unhas mais firmes, poucas calorias (na versão light) e muitos nutrientes estão no pacote que uma taça diária do seu sabor favorito apresenta”, afirma a nutricionista Vivian Goldberger,do Emagrecentro.


Mas se nada disso é suficiente para te convencer, que tal pensar em doces incríveis que usam as gelatinas como ingrediente principal? A seguir, você confere algumas sugestões e ainda descobre mais motivos para incluir o doce na dieta.


Mais elasticidade para a pele

Obtida pelo processamento do colágeno protéico, que é extraída da pele, cartilagens e ossos de diversos animais, a gelatina contém 9 dos 10 aminoácidos essenciais ao organismo. “Além disso, ela é isenta de gorduras, colesterol e carboidratos”, afirma a nutricionista. As proteínas são essenciais para a formação dos tecidos, favorecendo a renovação celular.


Mais saciedade

Na digestão, a gelatina liga-se a uma grande quantidade de água, o que ajuda a dar a sensação de saciedade após sua ingestão. Ou seja, além de comer sobremesa, você acalma o apetite.


E a sem sabor?

O efeito nutricional é o mesmo. A gelatina sem sabor permite a mistura de sucos ou frutas diversas ou o uso em preparações culinárias.

As unhas podem revelar muito sobre sua saúde

É verdade que as unhas podem revelar o estado de saúde de uma pessoa?

Sim. Dependendo do estado das unhas, podemos saber se existe algum problema interno com a pessoa.

O que significa:

Machas esbranquiçadas
Manchas brancas pequenas: pequenos traumas. Às vezes você bate a unha e isso interfere na linha de produção de células. As que saem com defeito desenham as manchas. Como a unha cresce devagar, você nem se lembra que havia batido.
Manchas grandes brancas: às vezes elas aparecem na ausência de zinco no organismo.

Manchas amarelas ou unhas amareladas: Podem aparecer nas pessoas que tomam antibiótico por muito tempo seguido e naquelas que fumam muito.

Manchas arroxeadas: Por algum trauma , micose ou outra infecção.

Fracas, quebradiças, com descamação: Falta de proteínas e vitaminas no organismo (provavelmente vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E)

Verruga ao redor da unha: verrugas virais também chamadas de verrugas vulgares. Existem alguns tumores que se parecem com verrugas e devem ser examinados pelo médico. Devem ser retiradas cirurgicamente.

Unhas deformadas: Onicosquizia é o nome que se dá a unhas deformadas. Podem aparecer por traumas na base da unha e pelo uso exagerado das unhas no trabalho.

Linhas: Podem representar carência vitamínico proteica.

Unhas pálidas: Se for próximo da matriz, pode representar uma doença auto-imune, como o lúpus, por exemplo.

Unhas fracas: Falta de vitaminas e sais minerais como o ferro e o cálcio.

Unhas encravadas: Alteração anatômica ou cortes errados. Devem ser tratadas adequadamente.

Ondulações: Podem representar alterações de personalidade (traumas contínuos) ou podem representar outras doenças.

Unhas meio a meio: comum na insuficiência renal crônica.

Unhas côncavas: possível falta de ferro.

Unhas convexas e sem brilho: podem indicar problemas cardíacos ou pulmonares

Como fazer o auto-exame das unhas?

Devemos olhá-las sempre com a luz natural ou mais próxima do natural. Verificar as bordas e as pontas para observar aberturas.

Esmaltes e produtos especiais para fortalecer as unhas funcionam?

A forma de esmalte pode ser usada para administrar medicamentos como a tretinoina, que endurece as unhas.

Que cuidados devem ser tomados para evitar o contágio de bactérias nas unhas?

A limpeza é essencial. Não usar instrumentos de outras pessoas (alicate, afastador de cutículas, etc) e não deixar machucados abertos e sem tratamentos.


É recomendado usar luvas ao lavar louça?

Sim. É muito importante usar uma luva de borracha, mas só durante o ato da lavagem. Ela deve ser retirada logo após para evitar o suor.

Cutículas podem ser retiradas?

Não devem, pois elas são a defesa que a unha tem para que não entre nenhum ser vivo sob elas. O máximo que deve se fazer é afastá-las.


Como a unha deve ser lixada?

Não importa muito como ou qual lixa usar. Já se lixava as unhas 2000 anos antes de Cristo. O único problema é que a lixa deve ser individual.

É recomendado usar esmalte constantemente, sem deixar a unha “respirar” por uns dias?

A unha é porosa, então ela pode ressecar se ficar coberta por esmalte constantemente. O ideal é deixar dois dias entre cada oito.

Que cuidados com a alimentação devem ser tomados para preservar a saúde das unhas?

As unhas são feitas de queratina que é uma proteína, portanto necessita de aminoácidos, vitaminas e sais minerais encontrados em uma alimentação equilibrada, com carnes, leites e vegetais verde escuro.

Saiba tudo sobre ejaculação rápida

O que é a ejaculação rápida?

Ejaculação rápida é aquela que ocorre antes, durante ou logo após a penetração, com estímulo sexual mínimo e sem que o homem desejasse ter ejaculado.

É possível estabelecer um tempo mínimo para atingir o orgasmo?

A procura por um tempo específico que possa distinguir ejaculação rápida da ejaculação precoce tem ocupado os pesquisadores há algumas décadas. Embora estes valores sempre venham se modificando, os estudos mais atuais, internacionais, definiram o tempo médio de ejaculação do homem (IELT — Intravaginal Ejaculatory Latency Time), em condições naturais, em 5,4 minutos, e o IELT do ejaculador rápido seria de menos de dois minutos.

Quais os fatores que desencadeiam a ejaculação rápida?

A ejaculação rápida, em suas diferentes modalidades de apresentação clínica, encontra-se associada a diferentes modalidades de ansiedade e conflitos psíquicos, caracterizando etiologia psíquica na quase totalidade dos casos.

Existe diferença entre ejaculação rápida e precoce?

Não. O termo "ejaculação rápida" vem substituindo o de ejaculação precoce desde 2002, e foi consagrado no Consenso Internacional de Disfunções Sexuais, realizado pela Sociedade Internacional para o Estudo da Sexualidade e Impotência (ISSIR), na cidade de Paris, naquele ano. As duas nomenclaturas, contudo, são, ainda hoje, aceitas como corretas.

A aplicação de gel anestésico no pênis tem efeito?

Pode ter algum efeito no retardamento do tempo até a ejaculação, mas é contraindicado por dois principais motivos: não trata as causas da ejaculação rápida, podendo, desse modo, agravar o quadro inicial, na medida em que propicie cronicidade e/ou agravamento da disfunção, e prejudica a obtenção do orgasmo da parceira, uma vez que o anestésico, no contato sexual, atinge os genitais femininos.

Quando uma ejaculação pode ser considerada rápida?

De acordo com recente consenso, publicado em artigo europeu de 2007, é aquela que ocorre menos de dois minutos após a penetração.

Quando procurar ajuda?

Quando o homem e/ou a mulher se percebam, de modo recorrente, insatisfeitos com sua vivência sexual devido à brevidade do orgasmo do homem, associado à sua sensação de inevitabilidade para controlar o momento da ejaculação.

Segurar a vontade de urinar e controlar o jato de urina pode ajudar?

Não há evidências científicas que atestem a eficácia deste procedimento.

Essa disfunção sexual acomete mais jovens, adultos ou idosos?

Embora acometa homens de todas as idades, é prevalente entre adultos jovens.

Existe diferença entre orgasmo e ejaculação para o homem?

Sim. Embora, na imensa maioria das vezes, constituam fenômenos simultâneos, os mecanismos fisiológicos são distintos e os significados são diferentes. Ejaculação representa a expulsão, a partir da uretra, do sêmen; orgasmo é a sensação de ápice de prazer que o homem experimenta durante o sexo.

Existe alguma posição sexual que favoreça ou não o controle da ejaculação?

Existem posições que são consideradas favorecedoras de um maior controle ejaculatório pelo homem, dentre as quais destaco a posição do homem deitado e a mulher cavalgando-o, sentada sobre ele. Contudo, a cumplicidade dos casais costuma auxiliá-los na descoberta de diferentes posições que, apenas para aquele casal, resultam mais adequadas* a este propósito. Vale a pena destacar que, muito mais importante do que esta ou aquela posição, é a cumplicidade e o sentimento de plenitude na hora do sexo que proporcionam ao casal uma experiência erótica gratificante, incluindo-se o controle ejaculatório.

A ejaculação representa o fim da relação sexual?

Não obrigatoriamente. Assim como sexualidade não é sinônimo de genitalidade, relação sexual não pode ser confundida com orgasmo, o qual constitui apenas uma de suas diversas fases.

O uso de preservativos ajuda ou atrapalha?

O uso de preservativos masculinos pelo homem é associado, frequentemente, a relatos de maior duração até o atingimento do orgasmo. Contudo, este artifício não é considerado, em si, terapêutica para o indivíduo ejaculador rápido.

Masturbar-se antes de sair com a garota resolve?

Eventualmente, no homem adulto jovem, este artifício pode favorecer o retardamento do orgasmo em uma relação posterior à masturbação, mas não tem efetividade na qualidade de terapêutica eficaz para esta disfunção sexual.

Qual o tratamento?

Basicamente a psicoterapia, individual e/ou de casal, para que o homem ou o casal consiga identificar as origens da angústia que vem interferindo na qualidade de sua vida sexual e afetiva. Medicamentos podem, eventualmente, compor, na qualidade de adjuvantes, a terapêutica.

Dicas para conseguir uma ejaculação mais prolongada:

Reconhecimento e permissão ao próprio desejo sexual; cumplicidade e afinidade afetivo-sexual com a parceira.

O pretinho básico nunca sai de moda

Combina com qualquer estilo

Há quem diga que ele é o melhor amigo da mulher. Sinônimo de estilo e elegância, o “pretinho básico” tornou-se mais que uma peça-chave no guarda-roupa feminino. Um dos clássicos da moda mundial, ele surpreende por sua versatilidade há quase 80 anos.

Para montar looks completamente diferentes um dos outros, basta um pouco de criatividade: aposte nos acessórios!

Com tênis ou salto alto, o vestido preto sugere sofisticação, poder e sensualidade. Conheça a história desse curinga Até o início da década de 20, as jovens não podiam usar roupas pretas e as senhoras só as vestiam no período de luto. Em 1926 a revista Vogue publicou uma ilustração do primeiro vestido criado por Chanel. Começava aí a história do "pretinho básico", o vestido preto que combina com vários acessórios, serve para várias ocasiões e é considerado um verdadeiro curinga no armário das mulheres.

A década de 30 foi marcada pela Segunda Guerra Mundial. As mulheres começaram a sair para trabalhar fora de casa e a ostentação ficou fora de moda. Nesse cenário, as roupas para o dia tornaram-se mais sérias e o vestido preto se mostrou perfeito para a nova mulher que surgia.

Em 1947, o estilista francês Christian Dior lançou o seu New Look, um novo estilo de roupas, com cinturas apertadas e quadris avantajados, valorizando as formas femininas. O uniforme dos anos 50, que se espalhou pelo mundo, era um vestido preto, com golas e luvas brancas, usado com um colar de pérolas, sapatos coloridos e uma estola de pele. O modo simples e econômico de se vestir acabava junto com a guerra.

Mas o pretinho tornou-se realmente famoso apenas nos anos 60 e início dos 70. Chique, elegante ou descontraído ele foi usado por Jacqueline Kennedy, por Audrey Hepburn, vestindo o figurino criado pelo estilista francês Hubert Givenchy para o filme "Bonequinha de Luxo" (1961), e pela atriz Jane Birkin.

Na década de 70 o vestido preto ficou um pouco de lado frente à moda psicodélica. Mas nos anos 80 voltou a ser usado pelas mulheres preocupadas com o sucesso profissional. Elas precisavam de uma roupa simples e elegante, que ficasse bem em todos os lugares. Claro que o escolhido foi o "pretinho básico".

Nos anos 90 a peça ganhou novos tecidos ele e modelos, sem deixar de ser uma peça básica do guarda-roupa feminino. E assim, o vestido preto se consolidou como o grande clássico do guarda-roupa feminino, aquele que garante é ao mesmo tempo simples e elegante.

Saiba como manter suas roupas sempre bonitas


É possível manter as roupas sempre bonitas ?

Sim. Se o usuário tomar pequenos cuidados, irá garantir não só a beleza e conservação das peças, como também, a durabilidade.

Medidas simples podem garantir mais beleza e durabilidade às peças

Para que isto se torne realidade, tem algumas dicas que valem a pena ser seguidas:


1- Remover manchas é um trabalho que deve ser feito por quem entende, no caso, a lavanderia. Métodos “milagrosos” podem danificar a resistência das fibras e a tintura dos tecidos, danificando definitivamente a roupa;
2- Nunca passe roupas já usadas ou sem lavar. Caso a peça tenha alguma mancha, ela pode se fixar para sempre, com a temperatura do ferro;
3- Evite guardar roupas sujas no armário. Além de atraírem traças e ficarem sujeitas ao ataque de fungos, as manchas podem se oxidar e se fixar nas fibras, tornando quase impossível removê-las;
4- Quando retornar com as roupas da lavanderia, ou comprar uma roupa nova, antes de guardá-las armário, retire ou abra eventuais embalagens plásticas. Isto evita que a umidade natural do ambiente leve à formação de fungos – que prejudicam os corantes e fibras do tecido;
5- Ao guardar suas roupas é importante que se utilize o cabide certo. Paletós, blasers e jaquetas de couro devem ser pendurados em cabides com ombro largo, para evitar que fiquem marcados. Calças devem ser penduradas em cabides com barras grossas e firmes para não amassarem e ficarem com marcas nas pernas. Já as saias podem ser colocadas em cabides com presilha, mas não esqueça de colocar uma proteção entre o tecido e a presilha para evitar marcas indesejadas no cós.
6- Evite passar perfumes e desodorantes diretamente nas roupas. As substâncias presentes nestes produtos costumam manchar e até prejudicar alguns tipos de tecidos;
7- A roupa também precisa de descanso. Alterne períodos de uso com períodos de repouso. Uma peça usada regularmente terá sua vida útil reduzida.
8- Siga as instruções de limpeza que aparecem na etiqueta. Aliás, ao comprar uma roupa, verifique se ela vem com as etiquetas – que devem conter a composição do tecido e o modo de conservar (lavar, secar e passar);
9- Só as lavanderias, com profissionais experientes, poderão dar o tratamento mais adequado às suas roupas. Não corra risco, utilize os serviços destes profissionais, sempre que necessitar.

Dicas e truques para parecer mais magra

Quem disse que para se vestir bem é preciso ter o corpo daquelas modelos altas, lindas e ainda por cima magras?

O que vale mesmo na hora de se arrumar são algumas dicas do que as mulheres podem usar. Também é preciso ficar atualizada sobre os mitos e as verdades a respeito do que favorece ou não a silhueta. Veja algumas dicas da loja Palank Fashion para parecer mais magra.

Sobreposições
Super na moda, as sobreposições podem disfarçar os quilos a mais. Ficam bem interessantes aquelas em que se usa uma peça rendada por baixo e, por cima, uma blusa cache-coeur. Trespassada, ela oferece profundidade ao decote e suas linhas transversais dão a ilusão de emagrecimento.

Drapeados
É um mito dizer que drapées não ficam bem em quem está um pouco acima do peso. Quando o drapeado for enviesado ele dá uma sensação visual de alongamento, podendo ser usado sem medo.

Listras
As listras estão nas coleções de inverno, ao lado das estampas gráficas. Elas ficam ótimas quando transversais ou verticais. Dessa forma a silhueta fica mais afinada. Disfarçam inclusive cinturas mais amplas.

Babados e jabôs
São permitidos! Os jabôs, por serem verticais, alongam o decote e valorizam o colo. Babados muito grandes devem ser evitados.

Blusê
Ao contrário do que dizem, o efeito blusê, franzido embaixo, na barra, disfarça os quilos a mais, desde que não haja muita sobra de tecido. Quando cortado em viés dá a sensação de encompridar a figura.

Modelagem
Enganam-se aqueles que pensam que a modelagem para pessoas acima do peso ideal tem que ser reta ou ampla demais. A modelagem basque, suavemente acinturada afina a silhueta, especialmente nos paletós e casacos.

Decotes
É sempre interessante ressaltar o colo e alongar o pescoço. Sendo assim, os decotes em V são bem-vindos, sempre. Outro decote que destaca essas partes do corpo são aqueles degagée, isto é, aqueles amplos, que desabam pelo colo. Devem ser sempre de tecidos leves e molinhos como malha de algodão e jersey.

Mix de estampas
Elas podem ser usadas sim, desde que combinadas, lado a lado, em recortes verticais. As mais miúdas disfarçam as medidas maiores.

Recortes
Recortes verticais, especialmente em vestidos, casacos e paletós alongam a silhueta, dão um efeito emagrecedor.

Truques
Camisas são ótimas opções de top. A linha do abotoamento, vertical, cria uma ilusão de alongamento. Usadas com paletós ou jaquetas abertas, malhas de decote em V ficam ainda mais emagrecedoras visualmente.

Colares longos estão na ordem da estação e são excelentes na arte de iludir o olhar. Utilizados com peças de decote redondo ou canoa, eles encompridam a silhueta. O mesmo efeito têm os écharpes e cachecóis, usados abertos ou enrolados no pescoço e com as pontas caídas na frente.

Para não errar no jeans

Quem quer ficar sempre linda com jeans não pode ignorar alguns mandamentos do bem-vestir. Então anote tudo:

 

Jeans da cabeça aos pés

Este jogo só funciona em um único caso: quando as duas peças têm lavagens parecidas e, por isso, tons quase iguais. Daí você pode usar, por exemplo, uma calça e uma jaqueta. Do contrário, evite a combinação de jeans com jeans. Aproveite para abusar de peças de outros materiais, como uma calça jeans e um blazer de tecido (oxford) ou calça jeans, camisa e parca.

 

Jeans claro pode?

Cores escuras, em geral, enxugam as medidas. Mas isso não quer dizer que uma mulher com quadris largos não possa usar um jeans claro, desde que invista em um corte que a favoreça (o reto favorece todas). Se preferir calças claras, que sempre agregam volume, escolha as que tenham laterais um pouco mais escuras. O detalhe vai deixá-la mais alta e elegante.

 

Fuja do maior erro!

A cintura baixa é a responsável pelos maiores deslizes com o jeans. Só fica legal em altas e magras. É um pecado deixar os pneuzinhos caindo por cima do cós da calça. Para compensar a impressão de encurtamento das pernas, prefira jeans escuros e sapatos de salto.

 

Não afunile seu corpo

Modelos que afunilam no tornozelo (tipo skinny) caem bem apenas em donas de pernas longas e quadris estreitos. E pegam muito mal em mulheres de quadris largos e com cintura marcada (o corpo vira um losango. Não dá!).

 

Cintura alta voltou!

Você tinha saudade? Elas voltaram! As calças com cintura alta já recheiam lojas em todo o mundo, inclusive no Brasil. Mas cuidado na hora de usá-las. Embora favoreçam o tipo brasilleiro (corpo violão), como devem ser justinhas, só caem bem em mulheres com corpo proporcional (tronco do mesmo tamanho das pernas). É que o cós alto aumenta os quadris e o bumbum, encurta o tronco e cria uma cintura intermediária.
SEGREDO INFALÍVEL: Use o provador! O teste do provador mostra se a calça está na medida. Agache e, principalmente, sente-se. Se a peça estiver muito apertada, peça um número maior. E veja a parte de trás. Ao sentar, se o "cofrinho" aparecer, é melhor trocar de modelo

Hora certa de comer doces + tabela de calorias

Comer doce

Existem pessoas que não podem viver sem doce. Apesar de satisfeitas com os alimentos ingeridos sempre aparece aquela vontade incontrolável de comer o famoso “docinho” para fechar com chave de ouro aquela apetitosa refeição. Para ninguém ficar com a consciência pesada depois, saiba o melhor horário para consumi-lo.

Você pode comer seu doce preferido depois de realizar atividades físicas, já que repõe as energias gastas durante o exercício. Outro momento favorável para consumir doces é depois das refeições principais, já que as fibras consumidas colaboram para absorver a glicose e normalizar seus níveis sanguíneos.

Ao acordar, após o café da manha também é bom comer algum doce já que após o sono acordamos com um taxa baixa de açúcar no sangue.

Escolha apenas um desses três horários e coma sem culpa! Na hora de escolher, prefira compota de frutas que além de ter vitaminas, são menos calóricas. Se você não vê nenhuma graça na sugestão, confira abaixo uma lista bastante variada dos doces mais comuns e ao lado, suas calorias:

Abacaxi em calda    1 fatia (80 g)    98
Arroz-doce    1 xícara chá (150 g)    141
Bananada    4 colheres sopa (100 g)    289
Banana-passa    unidade (15 g)    28
Bomba de chocolate    1 grande    187
Bombocado    unidade (30 g)    91
Brigadeiro    unidade (15 g)    40
Cajuzinho    unidade (15 g)    23
Camafeu de nozes
unidade     65
Canjica    1 xícara chá (150 g)    205
Cocada    unidade (85 g)    219
Compota de laranja    1 porção (100 g)    103
Creme de chantilly    ½ copo (100 g)    373
Creme de chocolate    1 colher sopa (20 g)    182
Creme de marshmellow    1 colher sopa (15 g)    158
Curau    1 porção (100 g)    274
Doce de leite Moça Nestlé
1 fatia (50 g)    158
Doce de mamão verde    1 colher sopa (20 g)    55
Doce de manga    1 colher sopa (20 g)    56
Doce de pêssego    1 colher sopa (20 g)    38
Figo em calda    1 colher sopa (20 g)    3
Folheado com creme    1 fatia (50 g)    704
Goiabada    1 fatia (100 g)    275
Leite Moça Fiesta ameixa    1 colher chá (10 g)    32
Leite Moça Fiesta beijinho    1 colher chá (10 g)    35
Leite Moça Fiesta brigadeiro    1 colher chá (10 g)    34
Leite Moça Fiesta cajuzinho    1 colher chá (10 g)    37
Maçã do amor    unidade (150 g)    462
Maria-mole    unidade (50 g)    90
Merengue de morango    1 fatia (100 g)    228
Mousse de limão    1 pote (70 g)    270
Mousse de maracujá
1 pote (70 g)    255
Olho-de-sogra    unidade    60
Ovos – Dieta e Ovo nevados
2 colheres sopa (100 g)    245
Pamonha    unidade    135
Papo-de-anjo    unidade    150
Pastel de Santa Clara    unidade    143
Pavê    1 colher sopa (20 g)    260
Pé-de- moleque    unidade (20 g)    46
Pêssego em calda    unidade (100 g)    83
Pudim de leite caseiro    1 porção (100 g)    195
Pudim de pão caseiro    1 porção (100 g)    255
Quebra-queixo    1 quadrado    291
Queijadinha    unidade (85 g)    107
Quindim    unidade (50 g)    291
Rocambole de chocolate    1 fatia (50 g)    192
Sagu    1 colher sopa (15 g)    51
Sonho    unidade (85 g)    573
Suspiro grande    unidade (50 g)    75
Suspiro pequeno    unidade (10)    15
Torta de banana assada    1 fatia (100 g)    464
Torta de banana McDonald’s    unidade    241
Torta de damasco    1 fatia (100 g)    294
Torta de limão com suspiro    1 fatia (100 g)    444
Torta de maçã    1 fatia (100 g)    296
Torta de maçã McDonald’s    unidade    241
Torta de morango    1 fatia (100 g)    184

Fonte: Copacabana Runners

Veja a seguir a calça jeans ideal para seu corpo

Use e abuse da maneira correta das calças jeans!

O jeans é um gênio. Sua mágica começa nas lavagens, passa pelos cortes variados e termina em um corpo perfeito. É capaz de modificar a silhueta de acordo com seus desejos. Veja os shapes do momento, ache seu modelo ideal e transforme seus sonhos fashion em realidade.

Boot coot

Este é o clássico jeans: cós na atura dos quadris, five pockets e pernas que vão se alargando sutilmente até a barra. É chamado boot cut por ficar perfeito com botas. Mas valem também tênis, sapatilhas e minissaltos.

Adesiva

Nada faz as pernas parecerem mais finas e longas do que um jeans adesivo com sandálias altíssimas. Garanta que sua calça fique justa por inteiro, sem tecido sobrando no bumbum nem na barriga. Se estiver acima do peso, complete com um top soltinho.

Cintura alta

Eles estão de volta. O shape desenha as curvas, realça a cintura, disfarça a barriguinha saliente e dá um up no bumbum. Nos pés vale tudo. Sandálias rasteiras, altas ou decotadas, escarpins de bico fino ou redondo, peep toes, mocassins.

Boca larga

Seu corte é reto, mas vai se abrindo na barra e acaba com uma boca bem larga. É a forma ideal para ser usada com sapatos pesados. Salto plataforma e grosso ficam harmoniosos e alongam a figura combinado com este jeans.

Curta

Práticas e charmosas, podem ser usadas com chinelinhos de dedo, sapatilhas, botas de cano longo e até escarpins tradicionais. Você ainda pode criar sua própria calça curta - ou cropped - dobrando a barra de seu jeans clássico, para um efeito casual chique.

Emagreça já

Quem estiver acima do peso deve optar por lavagens escuras, que disfarçam gordurinhas e deixam a silhueta longilínea.

Cintura fina

Você tem a cintura desenhada e está com o corpo no lugar? Deixe isso claro com um jeans que já tem um big cinto acoplado. Ele realça suas curvas.

Sensualidade máxima

Jeans com lavagens localizadas mais claras e recortes foram feitos para mulheres magras e com pernas finas. O modelo encorpa as pernas e ao mesmo tempo não faz o corpo parecer volumoso.

Bumbum em alta

Para aumentar e levantar o bumbum, bolsos traseiros com abas e detalhes de strass são solução certeira. Eles criam um volume extra que traz voluptuosidade. Outra boa opção são lavagens mais claras no bumbum, que causam efeito parecido.

Umbigo de fora

O cós superbaixo é exclusividade de quem tem pouco bumbum e não possui aquelas gordurinhas laterais da cintura. Se seu tronco for curto, o modelo ainda ajuda a minimizar essa característica.

Agregar as curvas

Mulheres altas e com poucas curvas podem investir em jeans com corte de calça de alfaiataria: pernas retas, bolsos-faca, cós logo abaixo do umbigo. Elas afinam a cintura e aumentam os quadris e o bumbum.

Abaixo as curvas

Se você já é curvilínea e quer diminuir o bumbum, opte por jeans sem bolsos traseiros. Além de trazer descrição, este modelo minimiza o volume. Para maior eficiência, aposte em calças com detalhes nos bolsos frontais, para desviar os olhares.

Dieta rápida em casos de emergência

dietas

Você necessita uma dieta de emergência para secar as gordurinhas em dois dias? Sabemos que milagre não existe e que essas dietas de choque não fazem muito bem ao nosso organismo, mas existem muitas maneiras de fazer que aquela saliência desapareça e aquele vestido deslumbrante te caia como uma luva.

Para começar mastigue bem os alimentos até que virem um “purê”; isso facilita a digestão e evita o acúmulo de gases. Substitua o pão, o arroz e o macarrão pelos que são integrais; eles têm índice de glicemio baixo que ajuda a eliminar a gordura abdominal.

Fontes de magnésio como feijão, lentilha e grão-de-bico favorecem os movimentos intestinais. Acrescente fibra a todos os alimentos, coma frutas com casca já que são ricas em água e hidratam o intestino.

Tome suco verde (hortelã, agrião, espinafre e couve) que ajuda a evacuar e eliminar toxinas. Sementes de linhaça, gergelim, girassol e abóbora facilitam a evacuação.

Por fim, a dica de sempre: beba bastante água para hidratar o bolo facilitar as idas ao banheiro. A água elimina as toxinas pela urina e fezes, evitando o inchaço.

Dicas para cabelos bonitos e saudáveis

A saúde dos cabelos também depende do uso que damos ao xampu. Esse produto que muitas vezes nos parece ter uma importância menor quando falamos de cuidado de cabelos, tem uma função determinante; limpar e tratar os fios.

Há muitas dúvidas sobre o uso do xampu e aqui tentaremos esclarecer muitas delas.

O uso prolongado de uma mesma marca de xampu pode diminuir sua eficácia, uma vez que acumula emolientes e silicone na fibra capilar. Mudar a marca de xampu ou utilizar um xampu anti-resíduo resolve o problema.

A quantidade de xampu a ser usada nas lavagens depende do tamanho do cabelo. Para os médios, por exemplo, faça um conchinha com a mao e deixe cair xampu suficiente para formar uma moeda de um real. Baseie-se nessa quantidade para os cabelos curtos e compridos.

Xampus anti-caspas não ressecam os cabelos, existem inclusive xampus específicos  para cabelos secos ou ressecados. Quando notar que a descamação do couro cabeludo melhorou alterne seu uso com um xampu suave.

Xampus anti-cloro funcionam. Sua formula sela os fios e os deixam maleáveis e saudáveis evitando os dano causados pela piscina.

Quem tem cabelo tingido e oleoso ao mesmo tempo deverá utilizar xampus que mantenham a coloração, já que além de reter o tom limpa corretamente. Se ainda assim a oleosidade persistir, aplique um xampu para cabelos oleosos somente na raiz.

Para ter sempre os cabelos lindos como se estivessem recém saídos do cabelereiro, use as técnicas utilizadas no salão. Massageie com os dedos o couro cabeludo como se fosse soltá-lo. Enxágüe bem com água morna ou água fria.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Como disfarçar o que incomoda com o jeans

image Dicas de como disfarçar o que incomoda usando jeans

Os modelos que você escolhe podem prejudicar sua silhueta. Se quiser esconder partes do corpo que não gosta, preste atenção

Fique mais nova (e magra!)
Peças com lavagem escura são as que mais rejuvenescem. Para ficar cinco anos mais nova apenas com o jeans, invista em um modelo atual (nada daquelas calças baggy escondidas lá no fundo do guarda-roupa, hein!). Outra vantagem das lavagens escuras é que elas são as que mais emagrecem. Regra para as gordinhas: use lavagens escuras, corte reto e numeração exata. Esqueça a idéia de vestir manequim 40 se o seu é 44. Isso só vai destacar ainda mais as gordinhas.
Stretch é bom para gordinhas
Jeans escuro com stretch, com pernas retas e sem detalhes, é perfeito para enxugar as medidas. Ele não aperta no abdômen, não marca e, próximo ao corpo, não aumenta bumbum, quadris e coxas. 
Engrosse as pernas
Quer fazer suas pernas parecerem mais grossas? Então aposte em calças com corte reto e lavagem escura. O truque é que, na região das coxas, a cor seja desbotada. Como os tons mais claros acrescentam centímetros, suas pernas vão parecer bem maiores do que realmente são.

Encolha a barriga
Está na dúvida entre duas peças maravilhosas e uma é feita de zíper e a outra de botões? Então olhe para a sua barriguinha. Se ela for saliente, escolha a de zíper. Ele não aumenta a região, ao contrário dos botões que ampliam um pouco a superfície e fazem a barriga parecer maior.

Destaque o bumbum
Mulheres com bumbum grande devem evitar bolsos com bordados e estampas ou muito pequenos, porque aumentam a região. Já quem é menos privilegiada pode abusar: invista em bolsos cheios de detalhes porque eles dão a impressão de que a região é bem maior!

Disfarce a altura
A calça corsário naturalmente deixa a mulher mais baixa, porque corta as pernas na horizontal e achata a silhueta. Com isso, deixa baixinhas menores ainda. Se é o seu caso, o ideal é combinar a calça com a cor dos sapatos. Tenha o cuidado de comprar modelos justos na perna e que terminem na curva imediatamente abaixo do joelho.

Crie falsas curvas
Quem é reta como uma tábua não precisa se sentir excluída do mundo dos jeans. Basta investir em cós largo, porque ele dá um corte anatômico na calça e produz o mesmo efeito de um cinto largo, caído sobre os quadris, acentuando as curvas. Nada mais perfeito para valorizar quem tem pouca cintura. Para completar, opte por blusas mais curtas, que não se sobreponham ao cós.

Cresça e apareça
A calça jeans é ótima para acrescentar alguns centímetros na altura. Se esse é seu caso, aposte em modelos retos e com lavagem escura. Para ficar mais alta ainda, use sapatos de salto.

Amendoim também é um inibidor de apetite

 

Coma amendoim e perca peso

Emagreça com Saúde!

Parece paradoxal? Afinal, esse apreciadíssimo petisco é bastante calórico. Pois aqui vai a explicação para o inusitado efeito emagrecedor: "Essa oleaginosa contém gorduras insaturadas e vitamina E, nutrientes fundamentais para o controle do apetite, além de ser também uma boa fonte de fibras, o que também dá saciedade", explica a nutricionista Vanderlí Marchiori, de São Paulo. "Então, se você consumir 40 gramas -- o equivalente a um punhado -- lá pelas 5 horas da tarde, poderá obter o benefício. Essa quantidade representa 150 calorias. E elas vão substituir as muitas outras de tantos outros alimentos que vão deixar de ser ingeridos nas duas horas seguintes." Afinal, você não vai ter tanta vontade de ficar beliscando até praticamente a hora de ir para a cama.

O amendoim e seus múltiplos benefícios

O amendoim é uma semente oleaginosa que possui nutrientes e vitaminas importantes para o equilíbrio do organismo, manutenção da saúde e, por isso mesmo, auxilio no tratamento de algumas doenças. Cerca de 25% da composição do amendoim é de proteínas, o que o coloca como uma excelente estratégia de composição protéica na alimentação de adultos e crianças.
Nutrição, prevenção de doenças cardiovasculares, diminuição de colesterol e triglicérides, equilíbrio do metabolismo, suprimento de vitamina E e fator de inibição de apetite são algumas de suas características.A gordura presente no amendoim vem principalmente de ácidos graxos poli-insaturados, que são benéficos para a saúde.
Essas gorduras são responsáveis pela prevenção de doenças cardiovasculares, pois fazem conjunto com outros nutrientes como o resveratrol, uma substância natural presente no amendoim em alta concentração, idêntica à encontrada no vinho e na uva.
O consumo freqüente de amendoins também diminui as taxas sanguíneas de colesterol e triglicérides entre 11 e 14%, ao mesmo tempo em que aumenta os níveis de magnésio, um mineral muito importante para o equilíbrio metabólico, mesmo de pessoas em que a doença é determinada por falha genética.Uma porção de 30 gramas de amendoim fornece 25% da recomendação diária do consumo de vitamina E e alto teor de zinco, mineral vital para a formação e liberação de hormônios.

Definições sobre Espiritismo

Definições sobre Espiritismo
Definir o Espiritismo é ao mesmo tempo simples e complexo, pois afinal é difícil falar sobre algo que apesar de existirem milhares de comprovações, ainda é tipo por milhões de pessoas em todo o mundo como lenda ou mito. Para começar a definir essa religião temos que ter em mente que o espiritismo é uma mistura de filosofia com ciência, pois no âmbito da ciência, tenda explicar a relação entre o mundo espiritual e o material; já como filosofia, tenta entender as conseqüências morais entre essa mesma relação.
O fundamento principal do Espiritismo é que a existência humana, ou então a essência humana é uma alma imortal que está em constante processo de evolução, e para que esta evolução ocorra são necessárias várias vinda a Terra, cada vinda consiste em uma encarnação diferente. Ao contrário do que muita gente imagina, o espiritismo não foi fundado por Allan Kardec, apesar dele ser um dos maiores divulgadores dessa teoria. Podemos encontrar religiões com essa mesma base em diversas partes do mundo, interpretada de formas um pouco distintas, mas com o mesmo fundamentalismo, como por exemplo o Xamanismo e o Hinduísmo.
Kardec explica a existência humana da seguinte forma: “O homem é um espírito temporariamente ligado a um corpo, e a alma é o espírito, que pode estar ligado ao corpo ou não”. O Espiritismo de forma alguma tenta anular qualquer outra religião, muito pelo contrário, ele pode com certeza servir de apoio para explicar e entender fenômenos que ocorrem em todas as outras religiões presentes na atualidade, desde as mais tradicionais até mesmo as mais ocultas. Para saber mais, procure ler O Livro dos Espíritos de Leon Denizard Rivail, que é na verdade o verdadeiro nome de Allan Kardec

Sérios motivos para perder a barriguinha

Os medicos médicos mostram que os pneuzinhos incomodaam nãao só porque derrubam a autoestima na hora de se vestir. O excesso de gordura na cintura afeta também a sua saúde.

1. Ela favorece o diabetes. O excesso de glicose nas veias é a consequência número 1 da cintura larga. Para dar conta disso o organismo aumenta cada vez mais a produção de insulina.
2. Causa hipertensão. O coração impulsiona o sangue pela veia aorta, da qual saem ramificações sanguíneas que irrigam o organismo inteiro. Quando existe muita gordura no corpo, o sangue passa pelos vasos com mais dificuldade. O coração faz mais força para fazer circular o sangue. Assim a pressão vai as alturas.
3. Favorece o Mal de Alzheimer. Pesquisas americanas mostram que pessoas com excesso de gordura tem mais chance de desenvolver esse problema.
4. Aumenta o risco de infarto e derrame. O excesso de gordura é um dos principais fatores de risco para as doenças do coração. Isso ocorre poruqe a gordura localizada na barriga produz substâncias inflamatórias que aumentam a chances de ataques cardíacos e derrames cerebrais.
5. Ataca o fígado. A gordura da barriga, chamada gordura visceral, se aloja entre os órgãos e, em algum momento pode se fixar no fígado. O acúmulo de gordura nesse órgão pode evoluir para uma cirrose, que é uma doença para toda vida.
6. Causa problemas de infertilidade. Segundo a ginecologista Cecília Rotelli, o acúmulo de gorduras no organismo é um dos principais problemas para o processo natural de ovulação da mulher. Isso porque o tecido adiposo, principalmente aquele que se concentra na barriga, é uma verdadeira fábrica de substâncias que prejudicam as glândulas, como o ovário.
7. Provoca depressão. Além da insatisfação com o corpo, a barriga acentuada pode levar a depressão. Isso acontece porque a gordura abdominal provoca mudanças nos níveis de colesterol e nas taxas de acúcar no organismo. Assim, os hormônios ficam alterados e interferem nas atividades do cérebro, provocando ansiedade e angústia.
8. Causa dor nas costas. A gordura concentrada na região da cintura deixa o seu corpo em formato de maça. Isso sobrecarrega suas costas e provoca dores.
9. Detona os joelhos. O ortopedista Caio D'Élia diz que a sobrecarga de peso naa barriga, e consequentemente nas articulações favorece a osteoartrose. Essa doença é um desgaste da cartilagem e prejudica os joelhos, o quadril e o tornozelo.

Sério não é? Então, precisa de mais motivos pra você se cuidar?

Curso de digitação online

Curso de digitação online

Todos nós sabemos a grande importância de saber digitar com rapidez, hoje em dia, se você tiver um curso de digitação você pode ser empregado em várias empresas.
E existem milhares de escolas por todo o país que oferecem esse curso, porém são todos pagos, e é muito difícil encontra algum curso por menos de R$30,00 mensais.
Se você têm computador em casa, saiba que não precisa pagar para ter aulas de digitação, você pode fazer um curso muito bom, com a mesma qualidade de um curso particular, em casa, gastando simplesmente apenas a energia elétrica do PC que ficará ligado, além também de que você vai economizar tempo, já que você pode treinar pelo tempo que quiser.
No Site da ASDF existe um curso de digitação online muito bom e gratuito, que você nem precisa instalar no seu PC, basta entrar no site e começar seu curso!!!

Dicas para dormir bem e seus benefícios

Você sabia que uma boa noite de sono pode evitar doenças como a depressão e a obesidade?
O estresse e correria do mundo atual tem retirado das pessoas um momento muito importante e tão esperado ao final de um dia cansativo: o sono. E a maioria não sabe, que sua ausência pode ocasionar sérias consequências ao organismo.
Dormir bem é sinônimo de descanso do corpo e mente, ou seja, um tempo que o corpo tem para se organizar, se recuperar. é também nesse período que nosso cérebro trabalha selecionando as informações importantes e situaçoes que vivenciamos durante o dia que devem ser guardadas na memória, por outro lado, ele também descarta o que considera dispensável. Sendo mais clara, quem não dorme bem pode ter alguns probleminhas de memória.
Além disso, numa boa noite de sono o corpo produz o hormônio de crescimento em maior quantidade, que no caso dos adultos é responsável pela renovação da pele, dos ossos e dos músculos, evitando a flacidez muscular. E não para por aí não, dormindo seu corpo produz antioxidadntes que combatem os radicais livres, os grandes vilões quando se fala em juventude.
Quer mais motivos para virar mais amiga do seu travesseiro? Estudos comprovam a relação da ausência de sono à baixa resistência ao estressee a infecções, e ainda mostram a ligação com doenças como fibromialgia- desordem que causa dor muscular e fadiga- depressão e até  mesmo com a obesidade.
Então, deixe de contar ovelhinhas.... tente seguir essas dicas e descubra você mesmo que dormir faz um bem danado!

1. Tenha cama e travesseiros confortáveis. A qualidade material de sua cama e dos seus travesseiros é muito importante. Precisa ser algo que lhe deixa de maneira confortável e relaxada.
2. Tenha hora para dormir! Mantenha um horário fixo para dormir, respeitando o tempo ideal de sono (7-8 horas). O corpo se acostuma com a rotina. E se você dorme cada dia em um horário diferente, seu corpo e sua mente podem não “entender” e não estar preparados para dormir. É preciso acostumá-lo com uma rotina de sono.
3. Deite e relaxe totalmente. Isso mesmo! Não vá para a cama de forma tensa, pensando nos problemas ou tentando solucionar as “coisas” da sua vida. Quando decidir dormir, tente deixar todos os problemas fora da sua cama e pense em coisas boas!
4. Não coma excessivamente! Comer muito antes de ir para a cama pode atrapalhar seu sono! Procure ter uma alimentação mais leve, especialmente no período da noite (jantar ou lanche).
5. Não ligue aparelhos eletrônicos para lhe ajudar a dormir. Desligue tudo! Se você não está conseguindo dormir, não perca tempo mexendo no computador. E muito menos com televisão e rádio ligado. Na hora de dormir é preciso silêncio (nada de ouvir música) e baixa iluminação. Os brilhos da tela do computador ou da televisão ligados estimulam o cérebro, dificultando o seu sono.
6. Tire os relógios de perto de você (Seja rádio-relógio, celular, despertador e afins). Ficar olhando o “tempo” na hora de dormir faz a pessoa ficar pensando já na hora de levantar, não relaxar e pode também distrair. Se você precisa colocar despertador para levantar para sua rotina diária, o coloque em um lugar que não fique ao alcance dos seus olhos e o programe para despertar. Esqueça do tempo que precisa levantar e relaxe. O despertador fará o seu trabalho. (Celulares funcionam bem para isso).
7. Evite alimentos com cafeína e refrigerante cola a partir do período da tarde. Essas substâncias são capazes de estimular o corpo, fazendo com que você fique agitada e perca o sono. Se quiser ter uma boa noite de sono, evite esses alimentos.
8. Durma em um local silencioso e escuro. Isso mesmo. Na hora de dormir é bom que se tenha silêncio no cômodo que vai dormir e que esteja escuro. A iluminação e qualquer tipo de som podem atrapalhar o sono. Desligue tudoTV, rádios e afins... E deixe tudo escurinho!

Tratamentos e Dicas para acabar com a acne

Pessoas que sofrem de acne sabem o quanto ela é desagradável. Apesar de não ser uma doença perigosa e de passar com o tempo, pode provocar depressão e estresse, fatores que acabam agravando o problema. Então se você tem acne, não se estresse, pois ela pode piorar!

A acne é gerada quando as glândulas sebáceas produzem um óleo em excesso que, ao se misturar com bactérias específicas na pele, forma uma espécie de obstrução que bloqueia o poro. Geralmente, a acne aparece no rosto, principalmente na testa e ao redor do nariz e do queixo e muitas vezes na parte superior dos ombros e no peito, áreas que têm grande densidade de glândulas sebáceas. Os adolescentes são mais predispostos a desenvolver acne, porque na adolescência as glândulas começam a produzir sebo, o óleo que bloqueia os poros. Estas obstruções podem ter pontas brancas ou negras, que fazem parte da acne e não são causadas pela sujeira.

Mas saiba que a acne não é apenas um problema da puberdade e pode continuar na idade adulta, apesar de não ser muito comum. As mulheres que sofrem de síndrome do ovário policístico também podem desenvolver acne, como conseqüência do desequilíbrio hormonal.
Os fatores que agravam a acne:
- Estresse.
- Mudanças hormonais do ciclo menstrual.
- Maquiagem excessiva ou produtos para esconder imperfeições. Recomenda-se usar sempre cosméticos não comedogênicos, ou seja produtos sem óleo, que não obstruem os poros.
- Cabelo que cobre a testa deixando a área mais oleosa.
- Espremer cravos e espinhas. 
- Chocolate, alimentos gordurosos e falta de limpeza do rosto não pioram a acne.

Existem várioas tratamentos e o importante antes de mais nada, não mexa nos cravos e espinhas, porque ao espremer você aumenta a probabilidade de deixar cicatriz.Depois disso procure um bom dermatologista para lhe indicar a forma certa de tratar sua acne.

- Cremes com peróxido de benzoil removem uma fina camada de pele, reduzindo a obstrução dos poros e as infecções. No início do tratamento, podem provocar vermelhidão e dor.
- Antibióticos de uso oral ou tópico (eritromicina, oxitetraciclina, minociclina, clindamicina), que precisam ser tomados durante meses até gerar resultados.
- Pílula anticoncepcional pode regular os hormônios e ajudar no controle da acne.
- Ácido retinóico.
- Roacutan muito eficaz nos casos severos de acne que não responderam a outros tratamentos tem efeitos colaterais muito sérios, como depressão, ressecamento das mucosas, queda de cabelos entre outros. O tratamento precisa ser acompanhado de perto por um especialista.

Nenhum desses tratamentos é instantâneo, e podem levar até dois meses para mostrarem os primeiros resultados. A acne, apesar de ser muito desagradável para quem apresenta os sintomas, não é perigosa. Mas se não for tratada pode deixar cicatrizes antiestéticas, principalmente na pele negra ou morena

Diferença entre Light e Diet

image 

O consumo dos alimentos diet e light cresceu progressivamente nos últimos anos. As opções também, já que as prateleiras dos supermercados estão recheadas com esses produtos. São iogurtes, chocolates, refrigerantes, sopas, sorvetes, etc. Trata-se de um mercado novo que visa atender consumidores especiais e cada vez mais exigentes e preocupados com a saúde.

Porém poucos destes sabem diferenciar um produto do outro e acabam se confundindo no momento da aquisição. O que é um alimento diet? E um light? Que diferenças existem entre eles? Essas são algumas das dúvidas que rodeiam os pensamentos dos clientes dos supermercados e lojas em geral e serão aqui esclarecidas de maneira breve.

Um alimento diet é aquele destinado a dietas especiais e segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) este termo pode ser usado para dois tipos de alimentos: 1) Alimentos para dietas com restrição de nutrientes (carboidratos, gorduras, proteínas, sódio); 2) Nos alimentos para dietas com ingestão controlada de alimentos (para controle de peso ou de açúcares).Os alimentos para dietas controladas não podem ter a adição de um determinado nutriente. Assim, alimentos para diabéticos, por exemplo, que precisam ter a ingestão de açúcar controlada, não podem incluir esse nutriente. Neste caso o açúcar é substituído por adoçantes artificiais como aspartame, sacarina, ciclamato de sódio, etc.Destaca-se que nem todos os alimentos diet apresentam diminuição significativa na quantidade de calorias e portanto não garantirão a perda de peso daqueles que o consumirem. Um exemplo sempre citado é o chocolate diet que apresenta teor calórico próximo do chocolate normal. O chocolate diet é indicado para as pessoas diabéticas, por ser isento de açúcar (carboidrato), e não para as que desejam reduzir de peso, já que no chocolate diet há uma maior adição de gordura, o que faz com que o seu valor calórico se aproxime do chocolate normal.

Já um alimento light, como o próprio nome diz, é mais leve, por apresentar redução do valor calórico total ou de um determinado nutriente. Esta redução deve ser no mínimo de 25% segundo a ANVISA quando comparado à versão tradicional para que um alimento seja assim denominado. A diminuição de calorias é obtida com a diminuição no teor de algum nutriente energético (carboidrato, gordura ou proteína). Deste modo se houver redução de um nutriente não energético, por exemplo, sódio (sal light) o valor calórico final do produto não será alterado.

Muita confusão? Calma! A primeira diferença entre o alimento diet e light está na quantidade que é permitida do nutriente. Enquanto que o diet precisa ser isento, o light deve apresentar uma diminuição mínima de 25% de nutrientes ou calorias em relação ao alimento convencional. A segunda diferença é que o alimento light não é, necessariamente, indicado para pessoas que apresentem algum tipo de doença (diabetes, hipertensão, colesterol alto, etc). Este grupo deve buscar os produtos diet.É importante destacar que não se deve aumentar a quantidade consumida dos alimentos diet e light por se tratar de alimentos que apresentam redução de calorias ou de algum nutriente específico, pois neste caso o alimento perderá sua finalidade. Para evitar problemas, fique sempre atento aos rótulos dos produtos no momento da compra e consumo para que eles atendam seus objetivos da melhor forma possível.

(Luana Caroline dos Santos e Natacha Toral são nutricionistas da Nutrociência Assessoria em Nutrologia e Especialistas em Adolescência para equipe multidisciplinar da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Como perder colorias e emagrecer?

Perder calorias não é lá muito fácil. Uma dúvida muito frequente em quem faz exercicios fisicos em casa, ou frequenta a academia é relativo a quantidade  de calorias que são gastas numa hora de determinados tipos de exercicios fisicos. As vezes uma pessoa ‘malha’ horas e horas e não consegue perder os centimetros desejados ou emagrecer a quantidade esperada, e porque isso? Primeiro porque cada organismo tem um metabolismo diferente,  e o gasto calórico dos exercícios varia de pessoa para pessoa. Em segundo lugar o tempo, a frequencia e ritmo com que o exercicio é feito também deve ser levado em conta e influencia na perda de mais ou menos calorias. É sempre importante quando decidir fazer dieta, antes procurar um endocrinologista que irá solictar exames de analises quimicas, para avaliar suas taxas de colesterol, glicemia, hormonio da tireoide, etc.
Após a verificação de que está tudo bem com os seus exames,  o indicado é seguir a orientação dada pelo médico, e depois procurar a orientação de uma nutricionista;  geralmente o endocrinologista pode te
indicar uma nutriconista com a qual ele trabalha. Lembre-se sempre que a dieta  deve ser seguida conforme as orientações dadas, bem como a frequencia dos exercicios  também deve ser regular.

Atividade e  Gasto Calórico por Hora de:
Alongamento 90
Andar de Patins 196
Andar de bicicleta 126
Andar acelerado 276
Andar na esteira elétrica 156
Andar em areia  180
Bicicleta ergométrica 250
Body Combat 300
Correr em terreno plano 310
Dançar 200
Escalar montanha 290
Esquiar  310
Fazer sauna  100
Ginástica aeróbica 200
Ginástica Olímpica 210
Musculação  200
Hidroginástica 150
Ioga 50
Jogar basqueteball 280
Jogar Futebol 330
Jogar Squash 315
Jogar tênis  240
Jogar Vôlei a 105
Lutar judô 285
Natação  250
Pula Corda 220
Remo 280
Spinning 400
Step by Step 315
Subir escadas e descer 310

Fortalecimento e Definição do Abdomen

robert_pattinson_camisa.jpg image by oaue

Ter um corpo sarado e com tudo em cima é muito mais do que apenas vaidade, é também cuidar da sua saúde. Você sabia que a gordura que se deposita na região do abdômen é a mais prejudicial a saúde? Pois a gordura abdominal acelera o aparecimento de doenças cardíacas e também é claro pode ser responsável pelo aparecimento de um tipo de diabetes causado pelo excesso de peso, sendo que também oferece risco de câncer, em especial os de mama, útero, cólon, intestino grosso e rins.
Sem contar também que a famosa barriguinha e seus pneus estão muito longe de ser o tipo físico desejado por homens e mulheres no mundo moderno, no qual a aparência é fundamental na maioria das nossas decisões, servindo como um tipo de apoio quando nos sentimos mal. Se você deseja perder sua barriga e fortalecer seu abdômen, existem uma série de exercícios que irão te ajudar a ficar com o corpo dos sonhos. Mas lembre-se de que de nada adianta fazer exercícios se você não cuidar também da sua alimentação e da saúde em geral.
Para fortalecer o abdômen nada melhor do que as famosas abdominais, mas lembre-se de existe uma forma correta de fazer. Antes de mais nada você precisa de um colchonete, Deite no colchonete de barriga para cima, coloque as penas semiflexionadas na mesma linha do ombro e as mãos atrás da nuca. Inspire e expire erguendo os ombros, afastando-os um pouco do colchonete até elevar o tronco. Volte à posição inicial.
Faça pelo menos três séries deste exercício, com dez repetições cada uma, pelo menos três vezes por semana.

Tratamento e prevenção para unhas roídas

Roer unhas é um tipo de tic nervoso muito comum em milhares de pessoas, sejam homens ou mulheres, chegando a ser um vício difícil de tratar, além de ser também uma forma de aliviar o estresse em alguma situação. Como por exemplo quando nos sentimos incomodados com algo, ou então ansiosos. Mas saiba que essa mania além de anti-higiênica, pode trazer graves conseqüências, como a freqüente inflamação dos dedos e cutículas.
Existem vários tipos de tratamento para unhas roídas, os mais comuns são a base de esmaltes, que na verdade são remédios, que são aplicados sobre as unhas, e dessa formas ao colocar a mão na boca, você acaba sentindo um gosto ruim, portanto tira a mão e deixa de roer as unhas. Mas para algumas pessoas esse tipo de tratamento não resolve, então são aplicados outros tipos de soluções, como por exemplo o uso de luvas, para proteger os dedos, já que algumas pessoas roem as unhas até sangrar.
Em alguns casos, é recomendado que a pessoa que rói as unhas faça acompanhamento com psicólogos, pois como já dissemos, esse pode também ser um recurso de fuga em momentos de estresse e ansiedade, podendo também ser um dos primeiros sintomas de doenças como depressão. Portanto, preste atenção em que momentos você começa a comer suas unhas, isso pode ser um alerta para um tratamento mais específico de algum outro problema na sua vida. Uma dica para as mulheres é irem sempre a manicuras, pois fica mais difícil roer as unhas quando elas estão lindas e bem cuidadas, afinal, qual mulher não é vaidosa?

Mulher e o orgasmo, como atingir o orgasmo?

Muitas mulheres se sentem desconfortáveis ao tratar esse assunto, pois algumas raramente atingem o orgasmo, o orgasmo é o clímax do ato sexual, sendo a hora de mais prazer na relação.
Para a mulher atingir o orgasmo é necessário que o parceiro toque o seu clitóris, pois é nessa área que a mulher tem mais prazer, mais poucos homens sabem que se estimularem essa área a mulher terá um ápice sexual mais rápido.
Além dessa área a mulher precisa de outros estímulos como carinhos e fantasias, isso excita a mulher mais ainda, deixando ela com um orgasmo cada vez maior e melhor. Se você é mulher converse com seu parceiro e de essas dicas. Certamente ele gostará, pois será prazeroso para ambos.

Dicas de Modas para você, Baixinha e Alta

Dicas de moda para baixinhas e altas

Como dizia os ditados da vovó é nos menores frascos que contem os melhores perfumes, e é exatamente assim que a baixinha tem que se sentir, ela tem que se valorizar pelo que ela é, usar roupas que favoreçam ela, uma dica é que você use sapatos bicudos, estilo V, porque eles puxão a silhueta para cima, e evite ao estremo botas e sapatos com um bico arredondado, porque eles sim puxão ela pra baixo o que faz com que você fique bem mais baixinha.
Evite calças muito arredondadas, isso porque ela também esta na moda, aquelas barras para fora estilo italiana faz com que as baixinhas fiquem sempre mais baixinhas, sem falar que não de preferências para enfeites, porque eles te alongam verticalmente e não horizontalmente, o que pode te deixar gorda.
Para as mais altas, as roupas se enquadram melhor porque não tem tantos ajustes assim, uma vez que as roupas ficam bastante longilíneas, uma dica seria que você dessas preferências a macacões, com estampas horizontais, assim você caba criando mais corpulência.
De preferência a cores mistas, não se prenda a cores básicas, os drapeados, rugas, fica bem melhor nas mais altas que nas baixinhas, golas altas, usem e abuse dos cintos largos e bastante acessórios, alias as botas acima do joelho são só para vocês, altas, se tiverem ousadia de usa-las, claro.

Como escolher o sutiã ideal para seu corpo

 

Comprar lingerie é tarefa tão importante quanto escolher a roupa certa para seu tipo de corpo. Uma peça apertada e desconfortável pode até arruinar o look. E é o que acontece com frequência segundo a marca de lingerie Liz, que desde 2007 realiza o projeto Fit Sense - que acontece neste mês em São Paulo.

Trata-se de uma consultoria de tamanhos corretos de sutiã e que já analisou o biótipo de mais de 9 mil mulheres em todo o país. "Mais de 80% das mulheres usam peças inadequadas", disse Ligia Buonamici Costa, diretora de marketing e de desenvolvimento de produtos da empresa paulista.
O principal erro está em verificar se a peça serviu apenas no seio, sem levar em consideração a medida das coisas. "A brasileira em geral tem as costas mais estreitas do que os seios", afirmou Ligia. Veja os principais erros cometidos pelas mulheres ao escolher um sutiã e as dicas da especialista para acertar na compra.
Verificar apenas se o bojo serviu
Problema: Em geral, o sutiã acaba ficando largo nas costas e perde sustentação. Como a mulher se sente sem apoio, acaba transferindo a sustentação para os ombros, pois encurta as alças. Aí, o sutiã sobe nas costas e perde sua função em até 90%, além do que os seios podem escapar por baixo.
Solução: O sutiã deve ficar perfeito no bojo e também na largura das costas, nem solto nem apertado demais. Para garantir que irá comprar as peças certas, não há outra solução que não experimentar.
Comprar sutiã com bojo menor do que os seios
Problema: Segundo Ligia, é uma falsa crença que assim dará mais sustentação. "Atrapalha no visual, pois aperta o seio, ele pode sair por cima ou até pelas axilas, eliminando a elegância. Uma lingerie errada realça gordura nas costas, deixa o bojo marcado", afirmou.
Solução: Compre sutiã com bojo adequado ao seu tamanhos de seios.
Não escolher o estilo correto para seu tipo de seio
Problema: Além do tamanho, a modelagem, o tipo de tecido, a localização do enchimento, tudo interfere no resultado. Segundo Ligia, são mais de 70 tipos de seios, como espalhado, junto, volumoso, pequeno, separado... "Se a mulher já tem o seio junto e compra um modelo push-up fica com aquele colo tipo bundinha que não é nada elegante."
Solução: Procurar lojas nas quais as vendedoras possam auxiliar na compra do modelo mais adequado.
Não levar em consideração as mudanças do corpo
Problema: "As pessoas engordam, emagrecem, acontecem mudanças com o passar do tempo, como gravidez. É preciso procurar os modelos ideais de lingerie a cada fase do corpo", disse Ligia.
Solução: Assim como compramos roupas adequadas a mudanças do corpo, o mesmo deveria ser feito com a lingerie.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Dicas para amenizar as imperfeições do corpo

Se lhe falta coragem, dinheiro ou tempo para fazer uma cirurgia plástica, o negócio é dar uma apertadinha e partir para a “camuflagem”. Existem várias opções para disfarçar suas imperfeições que vão deixá-la com o corpinho em dia. Confira.


Bumbum a brasileira

Definir o derrière dos sonhos é fácil: durinho, volumoso e empinadíssimo. Mas na prática, as coisas são um pouco diferentes. Só quem já sofreu na academia com aqueles tétricos exercícios de agachamento, quatro apoios e similares sabe o quanto é difícil aumentar as nádegas apenas com o poder dos pesinhos e da força de vontade.

O maior sucesso entre as vaidosas que ainda não se deixaram levar pelo bisturi é a calcinha com enchimento nos glúteos. “Eu costumo dizer que é um produto de experimentação, porque oferece oportunidade de a consumidora sentir o efeito do volume no bumbum”, explica a gerente de produtos da Dilady, Denise Bello. Sem dúvidas, as imperfeições mais comuns do corpo feminino são pensadas minuciosamente pelos “estilistas da camuflagem”.

Da mesma linha da calcinha com enchimento, as cintas dão o efeito barriguinha para dentro e bumbum para trás. Para as que preferem não arriscar no artificial, há outras opções como a meia-calça com uma faixa elástica abaixo das nádegas. “Essa base joga o bumbum para cima e comprime o quadril e a barriguinha. A silhueta fica bárbara”, diz a estilista da Lupo, Patrícia Janoni (SP).

Ilusão de ótica:
Aposte em calças com bolsos na parte de trás, tecidos encorpados e com estampas. Calças balonê e saias plissadas também dão a impressão de um bumbum mais volumoso.

Quando se cansar dos truques
Invista na prótese de silicone.
Para se sentir uma genuína brasileira, algumas exigências como dormir por 20 dias com o bumbum para cima não são grandes obstáculos. Essa plástica é feita por meio de uma incisão próxima ao cóccix com anestesia geral ou peridural. No pós-operatório é imprescindível usar uma calcinha especial por 30 dias.
Preço médio: R$ 8 mil

Quadril fininho
Ai, o culote. Que novela! Calma, você pode se livrar deste drama e aprender a domar essa parte chatinha de eliminar.

A maioria dos produtos feitos para comprimir essa região serve também para amenizar a barriguinha e deixar a silhueta mais parecida com o famoso corpo violão. “Quem tem culote e opta pela cinta, não tem jeito, tem que usar ou o body com extensão para a perna, meia-calça com pressão no quadril ou a bermuda”, ensina a estilista Patrícia Janoni (SP).

Atualmente, uma opção que faz muito sucesso é a cinta tipo legging, ideal para ser usada com calças. Já as outras opções citadas acima, ficam ótimas com saia. “Agüentar a pressão da cinta depende da resistência da pessoa, da compra pelo número certo e o tamanho da vaidade. Comprimir é o intuito do produto. Portanto, vai apertar. Normalmente, as mulheres se acostumam e não sentem incômodo”, esclarece Patrícia Janoni.

Ilusão de ótica:
Peças que trabalham a linha vertical alongam a silhueta e diminuem a largura. O certo é usar roupas que caiam em linha reta a partir do quadril sem afunilar no comprimento. Quando usar saia com meia-calça, escolha ambas da mesma cor. “O sapato também conta: prefira saltos médios e um pouco mais pesados”, sugere a estilista Tatiana Putti, coordenadora do curso de Moda do SENAC (SP). Evite pregas plissadas, peças balonê, justas e com muita estampa.

Quando se cansar dos truques
Invista na lipo.
As cânulas são introduzidas em pequenas incisões e sugam a gordura localizada do culote. Após o procedimento, você fica em repouso de três a quatro dias e usa uma malha compressora por 45 dias.

É muito importante ajudar seu corpo a eliminar os hematomas e inchaços com sessões de drenagem linfática e, se for verão, criar estratégias para se esconder do sol.
Preço médio: R$ 5 mil

Tanquinho a jato
Aquela gordurinha abaixo do umbigo é chata mesmo. Enquanto a solução definitiva não vem, o negócio é fazer aquele olhar de paisagem e partir para os macetes infalíveis. Graças aos avanços da indústria da moda, os bodies estão cada vez mais modernos e com menos costuras - isso significa que aquela cinta tipo espartilho, cheia de colchetes que marcam a roupa, pode ser aposentada.

“O maquinário moderno permite conseguir diferentes graus de compressão em um mesmo tecido. Antes era muito difícil esse resultado sem diversas remendas e costuras. Por isso, alcançamos o que a consumidora procura: definição nas curvas com discrição”, diz a estilista Patrícia Janoni. Para a barriguinha, as opções de cintas são enormes e a maioria delas corrige também outras partes do corpo como culote, bumbum e até os seios no caso de body com bojo.

Ilusão de ótica:
“Use blusas com o comprimento até o cós da sua saia ou calça e fuja das calças com cós justo e Saint-Tropez”, diz a estilista Tatiana Putti.

Quando se cansar dos truques
Invista na miniabdominoplastia.
Para quem já passou por uma cesárea nem precisa se preocupar com cicatriz, pois esta é do mesmo tamanho. Na cirurgia, que pode ser feita com anestesia geral ou peridural, é descolada a pele que fica entre o umbigo e a região dos pêlos pubianos e retira-se o excesso de pele. O repouso é absoluto nos três primeiros dias e, por um mês, a cinta modeladora se torna sua amiga inseparável.
Preço médio: R$ 5 mil a R$ 10 mil

Comissão de frente turbinada
Você pode muito bem usar e abusar dos decotes. Nada de pensar que só porque ainda não entrou para o time das siliconadas, as suas blusinhas são esquecidas em um canto qualquer.

Os sutiãs com bojo bolha ou enchimento de água e óleo, além de confortáveis, aumentam um ou dois números do tamanho real dos seus seios. “Esse tipo de sutiã modela, levanta e aumenta a região. Os push-up também são uma ótima opção porque aproximam um seio do outro, dando a impressão de mais volume”, diz a estilista Patrícia Janoni.

Outra opção é o sutiã meia-taça com bojo estruturado, que proporciona o mesmo efeito dos anteriores, com a diferença de ser mais aberto. “Comprar sutiã é uma tarefa para ser realizada com calma. Experimente vários tipos, analise as alças e veja qual se ajusta melhor ao seu corpo”, explica a expert.

Ilusão de ótica:
Aposte em blusas com franzidos, babados ou detalhes que criem algum contraste nessa região. “Blusas muito justas marcam o tamanho real dos seios. Se for usar uma nesse estilo, vale o truque dos sutiãs com enchimento”, completa a estilista Tatiana Putti.

Quando se cansar dos truques
Invista no implante mamário.
Famosíssima, essa cirurgia é a queridinha de muitas mulheres ao redor do globo.

A inclusão da prótese de silicone pode ser feita por três lugares: na aréola, sob a axila ou na parte debaixo dos seios. Tudo vai depender da preferência do médico e do seu exame físico.

Outra opção é colocar embaixo ou sobre o músculo. A anestesia é geral ou local com sedação e o sutiã cirúrgico precisa ser usado religiosamente por cerca de 40 dias.
Preço médio: R$ 3 mil a R$ 5 mil

A idade da Loba

http://4.bp.blogspot.com/_3mSadn6YKCw/SnItIiI59aI/AAAAAAAAA_E/K2BCgkh12ZA/s320/mulher+de+40++5794_hero.jpg

Todos os meses, mídias impressas e eletrônicas escolhem as modelos mais bonitas e bem sucedidas da atualidade. O Brasil não tem deixado a desejar, mantendo sempre tops como Gisele Bündchen, Alessandra Ambrosio e Adriana Lima à frente das listas. Todas jovens, há pouco tempo no mercado e famosas internacionalmente. Como será que elas estarão em 20 anos?

Essa é uma resposta que modelos como Claudia Schiffer, Linda Evangelista, Naomi Campbell e Cindy Crawford podem responder. Todas estão há mais de 20 anos nas passarelas, estrelando campanhas e sendo capas de revistas e continuam esbeltas como sempre.
Não só bonitas, mas continuam na carreira. “É difícil ver isso acontecer. Geralmente as modelos têm uma vida de muito trabalho, o que faz com que se aposentem mais cedo do que o normal”, diz a designer de jóias Rosane Messer.
Rosane, porém, é adepta do pensamento de que quando mais maduras, melhor. No evento que realizou em sua casa, nesse mês, onde lançou a nova coleção da sua grife, Yantra, by Kamille Bernard, ela escolheu modelos que surpreendem nas passarelas já há algum tempo.
Entre as escolhidas, as socialites Lis Machado e Érika Salles. “O que nós queremos passar quando as escolhemos? Realidade! Essas mulheres estão com 40, 50 anos e a cada ano que passo só ficam mais bonitas e elegantes. Tem algo melhor para desejarmos?”, diz Rosane.
A empresária está certa e, talvez sem saber, segue uma tendência mundial. A Chanel acaba de fotografar Claudia Schiffer, enquanto Linda Evangelista está na campanha da Prada. Naomi Campbell nunca abandonou os desfiles, visita o Rio de Janeiro por eles sempre que pode e está atualmente na campanha da Yves Saint Lourent. Cindy Crawford, com corpinho de 20, é capa da Vogue francesa este mês.
O que fazer para manter mente e corpo de 20?
Saúde
A medicina Ortomolecular tem ajudado muitas mulheres a manter corpo e pele bonitos, sem abrir mão de uma vida saudável. “Na consulta, nós avaliamos os objetivos da paciente, analisamos suas condições físicas e então traçamos um planejamento de acordo com todos os resultados. Hoje, sabemos que não só o organismo diferente deve ser levado em consideração, mas os hábitos diários e a rotina de cada pessoa”, explica o médico Ortomolecular da Clínica Pazos, Jorge Jamili.

Corpo

Segundo a Fisioterapeuta Dermato-Funcional Fátima Pazos, há tratamentos para situações ‘emergenciais’ e há tratamentos que podem ser feitos connstantemente. “Por mais que mensalmente apareçam novidades na estética, a Drenagem Linfática continua sendo a melhor opção para quem quer um resultado constante. Ela pode ser feita semanalmente e até mais de uma vez a cada 7 dias. É ideal para pessoas com problemas de retenção de líquido e para quem quer perder pouco peso e depois manter. Já para as pessoas que precisam perder bastante gordura localizada e celulite, indicamos tratamentos com resultados mais rápidos, como o Manthus”, explica.
Cabelos
Aos 40, vale abusar dos cabelos curtos. “É charmoso, está sempre na moda e dá um ar especial”, diz Cássio Morais, hair stylist da Pink Chic. Aqui, a recomendação é que a mulher tenha um cabeleireiro que vá sempre. “É importante haver um mínimo de intimidade entre o profissional e a cliente para que ele possa entender exatamente o que ela espera do corte, coloração ou tratamento”, explica Cássio.
Para Claudinho Moreira, do Walter’s Coiffeur, cabelos compridos podem ser tão glamurosos quanto os curtos. “Se o estado de espírito é bom, se o semblante é de felicidade, se a pessoa está satisfeita com o corpo e a saúde, o cabelo comprido faz com que a mulher pareça ainda mais nova do que é. E não é querer fugir da idade, mas se orgulhar de ter 40 anos e ainda se preocupar em manter-se bela”, diz.
Apesar de cada idade ter características próprias, há algumas dicas que são válidas sempre. Uma boa alimentação, nos horários e nutrientes certos, a prática constante de exercícios físicos, beber muita água, evitar alimentos com corantes e agrotóxicos… Não existe segredo para uma vida saudável e um corpo bonito. Basta ter atenção aos hábitos diários!
Clínica Pazos: Centro Empresarial Barra Shopping
Avenida das Américas, 4200 – bl 4 – Sala 106 – Ed. Buenos Aires. Telefone: (21) 3150-2819/2818.

Ligadura de trompas ou Laqueadura?

gravidez

A Laqueaura ou Ligadura das trompas é um método de esterilização feminina indicada àquelas mulheres que não desejam ter filhos nunca mais. Esse método consiste em cortar ou ligar cirurgicamente as trompas que fazem o caminho dos ovários até o útero.

Uma vez que as trompas impeçam a passagem do óvulo, os espermatozóides não o fecundam.

Esse método é seguro e irreversível. O risco de engravidar é de menos de 1%. Existem inúmeras formas de realizar a cirurgia: colocando anéis de plástico nas trompas, queimar ou cortá-las, realizar o ligamento com fios de sutura, etc. Cabe a você e a seu médico decidir a técnica mais conveniente.

Esse tipo de cirurgia é legalizada no Brasil. Para submeter-se à ela, a mulher deverá ter mais de 25 anos ou dois filhos, além de passar uma entrevista com assistente social. Esse tipo de cirurgia, salvo exceções não pode ser realizada após um parto/cesárea.

A operação não tem nenhuma desvantagem. Porém é possível que ocorra problemas durante o processo, como por exemplo, seu médico dar nós muito fortes ou atingir alguma artéria ao cortar as trompas, prejudicando a circulação dos ovários bem como suas funções.

Antes de realizar uma cirurgia como esta a mulher deve estar completamente segura e consciente que é um procedimento que irreversível e que jamais poderá ter filhos novamente. Não se esqueça também que a laqueadura não impede o contagio de DSTs.

Fonte: Catageral